Pirataria: um assunto sempre delicado, ser ou não ser pirata? Vale a pena ou não vale?

0
992

Vou tentar expressar minha opinião sobre o assunto sem ofender ninguém. Tenho amigos que usam só Jack e outros que usam só originais e me dou bem com todos. Acho que a opção de uso é de cada um e cabe a cada um aceitar ou não (caso não aceite, ainda valem as regras básicas de civismo e de respeito aos pontos de vista contrários).

No meu caso, uso apenas originais, pelos seguintes motivos:

1) Gosto do look and feel do produto original – nada como um produto bem-acabado com encarte, garantia e afins;

2) Não quero correr o risco de ser banido da live ou psn por usar jack´s (sei que muitos aqui jogam há bastante tempo on-line usando só jack´s, mas cada um é cada um como já disse).

3) Mas, o principal motivo é que me sinto bem com minha consciência e atitude comprando apenas originais.

Porque o último motivo? Gente, moro em Foz do Iguaçu e sei que toda a renda dos jack´s (que são fabricados na sua grande maioria aqui – no país vizinho) vão para atividades ilícitas e simplesmente não me sinto bem em ajudar isso. Sei que muitos aqui tem conhecidos que vendem esse tipo de produto e a grande maioria é gente fina, são amigos e talz….mas, pra venderem aí na sua cidade ou eles fabricaram aí mesmo, ou muito provavelmente compraram daqui, sendo o uso desse recurso voltado para atividades ilícitas. Segundo, tenho amigos e inclusive uma ex-namorada que tinham como negócio e renda videolocadoras que com o tempo tiveram que fechar as portas porque ninguém alugava mais filme, era mais fácil comprar na banca da esquina por 5 reais do que alugar.

Já trabalhei também com desenvolvimento de software e sei como é ruim quando você dá o sangue e alguém rouba seu trabalho. Claro que em empresas de jogos com estruturas gigantes, como a EA, Activision, os caras não estão nem aí se fulano ou ciclano pirateiam seus jogos. Mas pensem em empresas pequenas que almejam entrar no mercado. Nesses casos,  a pirataria é sim um obstáculo.

Também não vou ser hipócrita aqui e dizer que nunca usei jack´s. Já usei sim, principalmente quando comprei um play2 (passei por vários videogames na minha vida de gamer) e comprava jogo a rodo. Mas, de todos os jogos que comprei, muitos nem lembro e a maioria nem completei. Hoje em dia sei o valor de um jogo para mim e faço questão de aproveitar o máximo. E sabe o que é mais legal? Aproveito muito o on-line e fecho mais de uma vez os que valem a pena (sempre acho alguma coisa diferente cada vez que jogo determinado jogo).

Já usei Windows pirata, já baixei filme, já baixei mp3. De tudo isso, a única coisa que ainda faço é buscar mp3´s de bandas antigas ou que não tem CD de fácil acesso ou aqueles que não são mais produzidos. Sempre que posso ou me interesso por uma banda vou atrás do CD original (não é à toa que tenho uma considerável coleção de CD´s originais compradas ao longo de uma vida).

Tá, vocês podem estar se perguntando, qual o ponto de tudo isso? O ponto é: colocar minha visão sobre a pirataria e como convivo com isso. Aos que defendem o Jack façam isso, mas façam com argumentos válidos. O argumento de que “compro pirata por que o imposto é muito alto e não vou dar dinheiro para político vagabundo” é furado. Vejamos porquê: realmente, a carga tributária dos jogos no Brasil é absurdamente alta, mas, um jogo não é barato de se produzir. É um projeto que consome anos e uma p*** equipe de produção. Portanto, é sim um produto caro e com a taxação brasileira vira absurdo.

Mas, existem maneiras de minimizar isso, comprando em empresas como a Shopto, GamesUk, Amazon e assim por diante. Com relação a não dar dinheiro pra político vagabundo é válido, mas pensem por um instante. Quando um político rouba dinheiro público é contravenção, e pirataria é o que? Contravenção também, a diferença de um político “safado” e um gamer que usa apenas piratas é uma questão de escala. Se você que usa jack, tivesse condições e acesso aos recursos que um político tem e possibilidade de desviar um pouco daquele dinheiro todo, o que você faria? Afinal, quem iria sentir falta não é mesmo? Pois bem, essa é a mentalidade do “jeitinho brasileiro” que está não só nos políticos, mas em grande parte da população brasileira. Como disse, é uma questão de escala!!!!! A intenção tanto do político como do jack é obter vantagem às custas de outrem para benefício próprio.

Por outro lado, quem usa apenas original não precisa sair xingando e desejando morte a todos que usam jack´s. Defenda seu ponto de vista sem precisar ofender o outro ou ter raiva dele pelo simples falto de pensar diferente. Use argumentos e tente convencer, de forma pacífica e inteligente, quem sabe assim, as pessoas passem a usar o original por vontade própria e não por imposição ou porque você julga correto. Caso isso não dê certo, deixe a pessoa em paz e faça você o correto.

É isso, desculpem o texto grande, mas é meu ponto de vista sobre o assunto. Sei que vou ser negativado quanto a isso e tomar esculacho, mas paciência.

Abraços a todos!

Deixe uma resposta