Codefoz elege nova diretoria nesta quinta-feira (25)

0
802

O plenário do Conselho de Desenvolvimento Social e Econômico de Foz do Iguaçu (Codefoz) realiza a primeira reunião ordinária em 2016, nesta quinta-feira (25), às 18h30, no auditório do Hotel Bella Itália. A pauta abrange a eleição da nova diretoria, a apresentação do projeto de lei sobre a criação das lojas francas e as ações da campanha contra a renovação dos contratos do pedágio no Paraná.

Os membros efetivos do Codefoz elegerão o presidente, vice-presidente e secretário, com a posse programada para logo depois do pleito. A atual gestão do órgão é formada pelo empresário Roni Temp, o arquiteto Leandro Costa e o jornalista Gilmar Piolla, eleitos em fevereiro de 2015. O mandato é de um ano, sendo permitida uma reeleição. O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, continuará como o presidente de honra.

 Lojas francas

Durante a reunião ordinária do mês de fevereiro, os conselheiros também debaterão a nova proposta de lei municipal que dispõe sobre a instalação das lojas francas em Foz do Iguaçu, os chamados free shopps. A proposta será apresentada ao plenário pelo vice-presidente da Câmara Técnica de Comércio Exterior e Logística do Codefoz, Mário Alberto Chaise de Camargo, e pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Duso.

O projeto pretende regulamentar ao nível municipal a portaria MF 307/2014 e a lei federal nº 12.723/2012, que requerem requisitos específicos para a concessão do regime aduaneiro especial na região de Foz do Iguaçu. “Entre as exigências da normativa federal, está a criação de uma lei autorizativa para implementação das lojas francas”, explica Roni Temp.

 Pedágio

Outro ponto de pauta da reunião ordinária do Codefoz é a campanha do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) contra a renovação dos contratos de concessão do pedágio no Paraná. As ações do movimento serão apresentadas pelo conselheiro do Codefoz, Danilo Vendrúscolo, que também é presidente da Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD.

Entre as recentes iniciativas da campanha, está o envio de uma carta ao governador Beto Richa, apresentando as demandas de lideranças e da população das cidades do oeste-parananese. O documento enfatiza a importância da infraestrutura e da logística para a economia regional e aponta o alto custo dos pedágios como fator que dificulta a ampliação dos negócios e competitividade do setor produtivo.

Como participar?

Desde 2012, o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu une as organizações públicas e privadas em torno de projetos e ideias que promovam o desenvolvimento sustentável da cidade e seu entorno. Sua atuação tem como princípios a ética, a união, o consenso, a continuidade, o engajamento social e o suprapartidarismo.

 Toda reunião do plenário é pública, sendo o momento maior onde a população se reúne para aprovar as decisões coletivas em prol da cidade. Elas ocorrem mensalmente. Outro espaço de participação popular são as câmaras técnicas, onde ocorrem debates de base e nascem as propostas levadas ao plenário.

Por: Assessoria CODEFOZ.

Deixe uma resposta