Dia do Professor em Foz é marcado pela a implantação do Plano de Cargos e Salários

0
909

Professores de todo o Brasil comemoram neste dia 15 de outubro, o Dia do Professor. Em Foz do Iguaçu a data este ano é marcada com o Plano de Cargos, Carreiras, Remuneração e Valorização dos Profissionais do Magistério da Rede Pública Municipal de Ensino.

“Os professores de Foz do Iguaçu merecem essa conquista. É momento histórico para os mais de 2,2 mil profissionais da área de educação. Estamos desde agosto, com atitude financeiras retroativas assegurando a implantação total do plano. Pois, sabemos da importância do professor para as Escolas e CMEI’s (Centro Municipal de Educação Infantil) e principalmente do reconhecimento da categoria perante o governo municipal”, disse o prefeito.

A secretária municipal de Educação e professora Lisiane Veeck Sosa lembra os anos de batalha para se conquistar o plano. “A nossa categoria cobrou incessantemente há muitos anos a aprovação de uma lei que estabelecesse melhorias para os profissionais da educação. O prefeito Reni se sensibilizou com a luta, cumpriu a sua promessa e executou o projeto. Hoje, estamos desde de julho de 2015, com os benefícios do plano vigente” explicou.

“É uma grande conquista, estamos muito satisfeitas” disse a professora Rosane von Muhlen.

A implementação do plano beneficiou cerca de 2,2 mil profissionais da área da educação. Com a nova lei a categoria passou a ter uma legislação própria, antes eles se igualavam aos demais servidores municipais. Além de ser uma reivindicação dos professores, atendentes e educadores municipais, o plano de cargos, carreiras e remuneração era também uma exigência da Lei de Diretrizes e Bases da Educação – LDB, que passa a ser cumprida na atual administração.

A diretora da Escola Municipal Írio Manganelli, professora Ana Delli fala que o projeto de lei é uma conquista para a categoria. “Buscamos a melhoria da educação não apenas para nós professores, entretanto para toda a rede de ensino, entre eles o mais importante, as crianças e as famílias. Queremos que a nossa conquista reflita na melhora da qualidade de ensino e aprendizagem”, afirma.

Como previsto no artigo quinto da nova lei o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério Público Municipal (PCCR), tem como objetivo o aperfeiçoamento profissional contínuo e a valorização dos profissionais do magistério através de remuneração condigna, bem como a melhoria de desempenho, de produtividade e da qualidade dos serviços prestados à população do município. Ele também permite ao profissional do magistério os meios necessários para o provimento de conhecimentos, valores e habilidades compatíveis com a política institucional da Secretaria Municipal da Educação. Dessa forma estimula o aperfeiçoamento, a especialização e a atualização, bem como a melhoria do desempenho e da qualidade dos serviços prestados.

Por: AMN.

Deixe uma resposta