WhatsApp é bloqueado no Brasil por 48 horas!

0
636

O aplicativo WhatsApp deu o que falar na noite desta quinta-feira (16) usuários utilizaram as redes sociais para relatar o bloqueio por volta das 23h30. Enquanto internautas reclamavam e faziam piadas com a situação, o cofundador do Facebook Mark Zuckerberg lamentou a situação em seu perfil e disse que está trabalhando para reverter o ocorrido. Em fevereiro de 2014, o Facebook anunciou a compra do WhatsApp por US$ 22 bilhões.

Antes mesmo do bloqueio, o Facebook enviou uma mensagem aos celulares explicando que estaria restaurando o aplicativo e que por isso, os usuários deveriam usar o Messenger para trocar mensagens. Entretanto, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil, que representa as operadoras Vivo, Claro, Tim, Oi, Sercomtel e Algar, confirmou que recebeu determinação da justiça para bloquear o aplicativo em todo o território nacional por 48h, a partir da 0h desta quinta.

Já o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, e corre em segredo de justiça em uma ação criminal.

Leia, abaixo, a íntegra da mensagem de Mark Zuckerberg:

Hoje à noite, um juiz brasileiro bloqueou o WhatsApp para mais de 100 milhões de usuários do aplicativo no país.

Estamos trabalhando duro para reverter essa situação. Até lá, o Messenger do Facebook continua ativo e pode ser usado para troca de mensagens.

Este é um dia triste para o país. Até hoje o Brasil tem sido um importante aliado na criação de uma internet aberta. Os brasileiros estão sempre entre os mais apaixonados em compartilhar suas vozes online.

Estou chocado que nossos esforços em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz.

Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão. Se você é brasileiro, por favor faça sua voz ser ouvida e ajude seu governo a refletir a vontade do povo.

‪#‎ConectaBrasil ‪#‎ConecteoMundo

Deixe uma resposta