Saúde do Adolescente

0
398

Unidade básica de saúde do bairro Três Bandeiras implanta o projeto Saúde para os adolescentes

A atualização da carteira de vacina foi a primeira ação do projeto “Saúde para os Adolescentes”, que está sendo implantado na unidade básica de saúde do Três Bandeiras. Cerca de 60 alunos do Colégio Estadual Cataratas do Iguaçu tomaram a vacina contra o HPV, no caso das meninas e também a antitetânica, febre amarela e gripe. Todos compareceram ao posto de saúde, acompanhados da equipe pedagógica do colégio, e com um documento de autorização dos pais. Também estão previstas a realização de palestras e outros atendimentos voltados para a promoção da qualidade de vida dos adolescentes.

O projeto realizado pela unidade de saúde, têm a participação de estagiários do curso de psicologia da faculdade Anglo Americano, professores do colégio Cataratas do Iguaçu e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF, que reúne uma equipe interdisciplinar formada por psicólogo, assistente social, nutricionista, fisioterapeuta. Todos estão trabalhando no desenvolvimento de ações fundamentais na prevenção e promoção da saúde dos estudantes na fase da adolescência. Período esse, de transformação física, social e cultural para essa faixa etária.

A aplicação das ações foi iniciada esta semana, com os alunos das turmas do período da tarde e posteriormente será estendido aos estudantes do matutino. Um primeiro grupo esteve na unidade, na quarta (1), para tomar as vacinas que estavam em atraso. No dia 22, outros estudantes, que obtiverem a autorização dos pais, pois só com a permissão dos responsáveis eles participam, também serão imunizados. Ainda para este mês, estão sendo programadas palestras sobre relacionamento interpessoal, identificação e prevenção de agravos emocionais, correção e manutenção de hábitos saudáveis de nutrição e higiene pessoal, doenças sexualmente transmissíveis, importância das vacinas. Serão, ainda, ofertados aos adolescentes testes rápidos de HIV e hepatite.

O objetivo é dar ao adolescente o conhecimento sobre as questões do adolescer. Além de informações, eles estarão envolvidos em promoções de saúde, que serão pautadas no diagnóstico das necessidades apontadas por esse grupo. Por meio das atividades preventivas de saúde e promoções educativas, os estudantes estarão mais informados e orientados. Com essa melhora na qualidade de vida, os adolescentes também poderão atuar como multiplicadores desse aprendizado ajudando na promoção da saúde em sua família e também na comunidade.

 

Deixe uma resposta