REDE IGUAÇUENSE DE HOTÉIS ADERE AO “SETEMBRO AMARELO” E DEBATE O TEMA COM FUNCIONÁRIOS

0
77

Além de iluminar as fachadas de amarelo em referência ao mês de combate e prevenção ao suicídio, nos dois hotéis do grupo haverá palestras com representante do Centro de Valorização da Vida (CVV).

As fachadas iluminadas de amarelo simbolizam a adesão à campanha “Setembro Amarelo”, promovida pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) em todo o país, como forma de alerta e prevenção ao suicídio. Além disso, foram programadas duas palestras com voluntários da causa, representantes do Núcleo de Apoio à Vida de Foz do Iguaçu (Navi/Foz), que integra a rede do CVV. Eles conversarão com funcionários dos dois hotéis do Grupo Viale sobre sinais indicativos de que alguém não está bem e sobre formas de ajuda disponíveis. A primeira palestra será hoje (17), às 15h, no Viale Tower Hotel (Centro). A segunda será na próxima segunda-feira (23), às 15h, no Viale Cataratas Hotel e Eventos (Av. das Cataratas). A ação deverá envolver quase 200 funcionários.

A supervisora de Recursos Humanos do Viale, Maria Alice Gussuli, admite que é comum evitarmos falar sobre suicídio, mas destaca que o debate será importante: “Pode abrir novas perspectivas e até alertar as pessoas a tomarem medidas para solucionar a situação não somente dos funcionários, como também de seus familiares”. A preocupação faz sentido. Pesquisas apontam que 9 em cada 10 mortes por suicídio poderiam ter sido evitadas, pois a pessoa passava por um transtorno mental naquele momento, e não recebeu ajuda a tempo. No Brasil, em média, a cada 45 minutos, uma pessoa morre por suicídio. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS). Deixou de ser caso de polícia, é questão de saúde pública.

As palestras sobre suicídio são parte de um ciclo que está sendo promovido pelo Grupo Viale aos funcionários desde o mês passado. São abordadas questões nutricionais, dicas do setor de alimentos e informações sobre saúde. “Acreditamos que todos nós, independentemente de qual profissão tenhamos, podemos estar nessa rede de amor da prevenção do suicídio”, afirma Cristiane Fraga Pimenta, responsável pelo Navi/Foz. Segundo ela, essas oportunidades de bate-papo auxiliam para que tabus sejam quebrados e tratam da importância de se dedicar a quem está ao nosso lado, prestando atenção, ouvindo com acolhimento, sem críticas e sem julgamento.

Por que “Setembro Amarelo”?

Dia 10 de setembro é o Dia Mundial da Conscientização sobre Prevenção de Suicídio. No Brasil, este movimento começou em 2015. No ano seguinte, um grupo de voluntários articulou a criação do posto do CVV em Foz do Iguaçu. São quase 30 voluntários atuando numa sala, no Complexo Bordin, na Avenida JK.

Mitos

O CVV identificou e relacionou informações e sinais que indicam que alguém tem pensamentos suicidas, verdades e mitos sobre o assunto. As informações constam no site da entidade www.cvv.org.br. Entre os mitos citados estão: “a pessoa que tem a intenção de tirar a própria vida não avisa”; “falar sobre suicídio pode estimular sua realização” e “suicídio é hereditário”. Também há um número de telefone gratuito em que voluntários treinados atendem pessoas que queiram falar sobre suicídio: 188.

Izabelle Ferrari – Assessoria de Comunicação
45 99976-0226

 

Deixe uma resposta