Paraguai poderá ser o 5º maior exportador mundial de carne em 2018

0
576

(Foto:Divulgação /  Reportagem: La nación)

Durante a Expo de MR Alonso, os produtores de bovinos do Paraguai anunciaram um investimento de US$ 3 bilhões nos próximos 10 anos na produção primária que trará como consequência um aumento de 7 milhões de cabeças na população bovina.

Até 2023, a expectativa é que o rebanho pecuário paraguaio aumente para 20,7 milhões de cabeças, o que representa um crescimento de 51% em 10 anos. Também anunciaram que a exportação de carne bovina poderá alcançar 600.000 toneladas ao ano, volume que converterá o Paraguai no 5o maior exportador do mundo.

O presidente da Associação Rural do Paraguai (ARP), Gernán Ruiz, explicou em comunicação com a rádio estatal que o país é o segundo maior exportador de carne à Rússia  e nessa edição da Expo, registrou a visita de pecuaristas uruguaios, colombianos, equatorianos, argentinos, que mostraram seu interesse na carne nacional.

Ele também destacou a estreita colaboração entre o setor privado, encabeçado pela ARP, e o público, que está nas mãos do Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa) para conseguir o status sanitário e de qualidade que requer o comércio internacional e para que a carne paraguaia seja considerada a nível mundial.

Segundo ele, receberam um convite para participar como observadores de um Congresso Internacional sobre a produção de carne no Texas, Estados Unidos, onde estarão presentes grandes sócios comerciais, como Estados Unidos, México, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, bloco em que o Paraguai poderia entrar.

O próprio presidente da República, Horacio Cartes, tinha dito a Ruiz que existe a necessidade de contar com um embaixador agropecuário, que se encarregue de realizar os contatos s nível politico para concretizar os comércios.

Fonte: lanacion.com.py

Deixe uma resposta