Programa de Intercâmbio de jovens do Rotary Internacional

0
576

O intercâmbio de jovens é uma oportunidade para conhecer outros países, novas culturas, além de adquirir conhecimento e ampliar o círculo de amizade

Todos os anos, os Rotary club’s do Brasil recebem cerca de oito mil estudantes que vem para estudar e conhecer a cultura brasileira. No dia 19 de agosto, desembarcou em Foz do Iguaçu, a intercambista Karla Rink da cidade de Magdeburgo, na Alemanha. A jovem irá permanecer por aproximadamente 12 meses em nosso país. Nesse período, ela será acolhida por três famílias anfitriãs. Karla contou que um dos motivos da vinda para o Brasil é ampliar o conhecimento sobre a língua portuguesa.

O Oficial de Intercâmbio e membro do Rotary Cataratas, Roberto Luis Brugnera, explicou como funciona o programa oferecido pela entidade. “É um programa mundial para que jovens conheçam outros países. É basicamente um programa cultural com algumas obrigatoriedades que o intercambista precisa cumprir, dentre elas, participar de aulas ou cursos, permanecer na casa das famílias rotarianas e se adaptar a rotina e aos costumes de quem o acolheu”.

Foto 02Roberto também contou como vai ser o dia a dia de Karla Rink. “A Karla vai para casa da primeira família para começar a se situar. Será matriculada no curso de português para aprender nosso idioma e vai conhecer a cidade”.  

Ao mesmo tempo, o Rotary enviou a adolescente Paula David de Castro de Foz do Iguaçu para a Tailândia, onde ela deve permanecer durante um ano.

Para a jovem, a hospitalidade é a marca registrada da Tailândia. “Apesar de saber que os tailandeses são pessoas receptivas, mesmo assim, nunca imaginei que seria tão bem recebida por pessoas que até então só conhecia virtualmente, por meio dos contatos frequentes via e-mail. A família que me acolheu esta sempre sorrindo e perguntam o que estou achando das coisas. Não tenho dúvidas de que será um ano maravilhoso. Quero agradecer ao Rotary por me proporcionar isso”, contou Paula David de Castro.

foto 03

foto 04

No mesmo dia que o Rotary Club de Foz do Iguaçu Cataratas recebeu a intercambista Karla Rink, o Rotary Club de Medianeira recepcionou o holandês Morrits Hauserer que representa a França.

Foto 05A rotariana e empresária, Tania Mara Rohde, é quem vai acolher Morrits.  “Pra mim é muito gratificante recebê-lo, pois há três anos eu iniciei em Medianeira essa trajetória de intercâmbio, sendo a primeira intercambista da cidade, e agora, estou recebendo pela primeira vez um jovem na minha casa, é uma emoção sem tamanho”, disse emocionada.

Os intercâmbios podem ser realizados em mais de 150 países e regiões geográficas onde existe Rotary Clubs.  Mas a relação de países para onde o estudante poderá ir varia de acordo com o distrito patrocinador. O intercambista pode ficar semanas, meses ou até um ano no país escolhido.

Para o presidente do Rotary Cataratas, Laercio de Mello, hospedar um estudante de intercâmbio pode ser uma experiência incrivelmente gratificante para a família. “As famílias anfitriãs fornecem acomodação, refeições e compartilham a vida com o intercambista, envolvendo-os na família, na comunidade e em atividades culturais”.

Foto 06

Deixe uma resposta