Elas estão de férias

0
762

Dicas para controlar alimentação das crianças  durante este período

Nas férias de julho, muita gente viaja e acaba mesmo saindo da rotina, principalmente no que se refere à alimentação. Por outro lado, muitos pais não conseguem conciliar as férias do trabalho com as férias escolares dos filhos e as crianças acabam passando um tempo maior dentro de casa.

Prevenir o excesso de peso na infância é a maneira mais segura de controlar esse problema que atinge cerca de 34% dos meninos e 32% das meninas atualmente em nosso país.

– Estimule o consumo regular de frutas, verduras e legumes: o consumo destes alimentos deve ser cerca de cinco porções ao total diariamente. Caso a criança recuse o consumo de uma determinada hortaliça, tente realizar formas de preparo diferentes, oferte na forma crua, cozida, ralada, na forma de purês, no meio do arroz, na carne moída, na massa da panqueca, etc. A criatividade às vezes é uma bela aliada da nutrição infantil.

– Limite ou evite a oferta das guloseimas: alimentos ricos em açúcar e gordura, como salgadinhos, doces, balas, frituras, refrigerantes e sucos artificiais, devem ter o consumo desestimulado. Não oferte estes tipos de alimentos e bebidas com frequência. Caso a criança goste muito e peça, limite para um consumo.

– Hidrate seu filho, oferte água e sucos naturais sem adição de açúcar.

– Faça atividades diferentes, realizar as refeições em ambientes calmos, uma sugestão ir a um parque, praça ou até mesmo no jardim de casa e faça o um pic nic, as criaças adoram!.

– Mantenha em casa opções saudáveis de alimentos: evite ter em casa e a disposição das crianças armários cheios de biscoitos recheados, balas, chocolates, doces, salgadinhos e refrigerantes. Ao invés disso, mantenha em casa frutas sempre a disposição.

-Estabeleça horário para as refeições: estabeleça horários para as refeições, de forma a evitar que a criança vá atrás de alimentos diretamente nos armários e geladeiras fora dos horários. Programe o que será ofertado em cada refeição, mesmo se a criança ficar com a babá ou a empregada.

-Monte um prato colorido: o colorido do prato significa maior quantidade de nutrientes e antioxidantes. Por isso, o prato do almoço e do jantar deve conter variedade de cores.

-Mude os SEUS hábitos alimentares inadequados: Os hábitos alimentares saudáveis dos pais podem beneficiar um bom comportamento alimentar dos seus filhos.

Portanto dê exemplo, e inicie o processo de mudança dos hábitos inadequados.

– Não superalimente seu filho: não insista em alimentar o seu filho com uma quantidade de alimento superior a necessidade ou o que ele consegue comer. Evite alimentá-lo sem ele pedir ou mostrar qualquer sinal de fome. Mas é claro, a regrinha de comer de três em três horas também vale para as crianças.

– Reduza o tempo de exposição a propagandas de alimentos: evitar que o seu filho passe o dia inteiro em frente à televisão é uma ótima estratégia para reduzir a exposição às propagandas de alimentos, as quais geralmente apresentam forte influência no consumo alimentar de crianças.

– Estimule o lazer ativo: estimule a criança a realizar atividades recreativas e de lazer ao ar livre. Estimule a prática de esportes, sempre com a orientação de um profissional de educação física, e acompanhe o pequeno nestas atividades. O aumento do gasto energético é uma das principais estratégias, juntamente com a alimentação, para prevenir e tratar o sobrepeso infantil. Planeje atividades que envolvam toda a família, e prefira uma caminhada ou andar de bicicleta ao invés de usar o carro, sempre que possível.

Nutricionista – Natália Tourne Echenique – CRN – 6288

 

Deixe uma resposta