Criatividade para vender filtro solar

1
1161

Ser criativo e ainda original na propaganda está cada vez mais difícil. É óbvio que a cada ano que passa surgem novas ideias, novos ângulos de abordagem e raciocínios inovadores sobre determinados temas. Assim, chegar naquela ideia matadora que resolve todos os problemas de comunicação do cliente, que ainda arranca aplausos dos consumidores e viraliza pelas redes sociais, está exigindo dos neurônios de muitos criativos por aí.

Parece um cenário triste, mas eu vejo com otimismo. Pensa bem, se você escolheu essa área é porque você é criativo, certo? Sendo criativo, obviamente você gosta de criar. E, criar é o desafio do papel em branco, do inventar o que ainda não existe e, claro, de ir mais longe do que outros foram. Diante disso, parafraseando Nizan Guanaes, ou você chora ou vende lenço.

Se criar boa propaganda fosse tão fácil, o cliente não precisaria de uma agência de propaganda. A gente não teria tanta gente envolvida do briefing até a peça final. Não é todo dia que você está inspirado a inovar. Não é toda ideia que vai pra rua que vai ser uma “puta ideia”. Isso faz parte do jogo. Primeiro a gente tenta fazer o correto, o garantido, para atender o pedido do cliente. Depois, se tiver tempo, aquele espírito inquieto que habita dentro de nós fala mais alto. Aí, a gente tenta voar.

Repito. Ser criativo e ainda original é bem difícil. Mas não é impossível. Assim, trago como exemplo, ideias para o protetor solar Nivea criadas pela agência FCB Brasil e que, durante 3 anos seguidos, superaram para inovar a comunicação do seu segmento.

Em 2013, a FCB criou para a Nivea o Nivea Solar Ad Charger, um anúncio que captava energia solar e permitia que o leitor recarregasse a energia do celular enquanto aproveitava o sol.

Em 2014, a mesma agência para o mesmo cliente criaram o The Protection Ad, um anúncio que você destacava uma pulseira com gps e baixava o aplicativo da campanha. Assim, você colocava a pulseira no seu filho e limitava o tanto que ele poderia se distanciar de você. Quando a criança saía do raio estipulado o celular apitava alertando aos pais.

Agora em 2015, eles foram inovadores novamente. Criaram o Nivea Doll, um boneco(a) que reagia a luz solar, deixando ele(a) queimado. Resumindo, um brinquedo que educava as crianças ao uso do filtro solar.

Depois de ver três ideias tão boas, você pensa que não tem mais o que inventar né? Mas, aposto com você que em 2016 eles virão com uma nova, tão boa quanto! Essa é a magia da criatividade. A gente tenta chegar a soluções inovadoras até que, em determinado momento, alguns desistem e outros chegam lá.

Digo Souto – Publicitário, curioso e caçador de coisas engraçadas.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta