Boa forma, bom-humor e saúde

0
724

Fabiana Alves Bellaguarda-revistavidainteressanteA primeira entrevistada interessante deste ano (2014) é a Fabiana Alves Bellaguarda,  42 anos, que tem fôlego para pedalar cerca de 400 km por semana. Assim mantém a boa forma física, bom-humor e a saúde.Fez amigos e estimulou o esposo a pedalar.

Sendo mais que um esporte, o ciclismo passou a ser um estilo de vida saudável. E ela nos conta como chegou até a esta conquista pessoal.

Fabiana Alves Bellaguarda-revistavidainteressante3

R.V.I.: Como você se interessou em praticar esporte pelo ciclismo?

FABIANA: Sempre fui apaixonada por esportes. Há 3 anos recebi o convite de uma amiga para participar de um grupo que pratica ciclismo. Depois desse dia, o ciclismo virou um vício delicioso e saudável.  Na realidade não tive nenhuma dificuldade por ter já uma habilidade com a Bike. Assim, bastou que eu dominasse ao máximo a respiração, que o resto o corpo toma conta.

Fabiana Alves Bellaguarda-revistavidainteressante2É pura adrenalina mesmo. Minha vida mudou completamente. Eu me tornei uma pessoa mais alegre. Pedalar me trouxe uma vontade enorme e viável mais e mais a cada dia. A sensação de liberdade e as amizades feitas nesse “mundo do pedal” não tem preço, sem contar nos benefícios para o corpo e principalmente para a mente.

O prazer de pedalar aumenta a cada dia quando você se olha no espelho.

A cada dia me sinto melhor sem contar na mudança do corpo. O prazer de pedalar a cada dia aumenta. Sou uma apaixonada pela bike !

R.V.I.: Qual é o maior próximo desafio da sua turma de Bike?

FABIANA: No o mês de janeiro fizemos uma pedalada até Wanda na Argentina embaixo de muito calor num percurso de 135 km. Foi ótimo.  Nosso próximo desafio será a volta na ilha de Florianópolis que levará o tempo de 4 dias, num percurso de aproximadamente 240 km.

Fabiana Alves Bellaguarda-revistavidainteressante1R.V.I.: O que você sugere para quem quer começar a pedalar?

FABIANA: Primeiramente a pessoa tem que ter certa afinidade com a Bike e gostar!! É essencial ter equipamento de segurança como o capacete e uma bike adequada. Depois é só pedalar. Devemos ter perseverança: não desistir nunca, principalmente a disposição, porque é um esporte super-cansativo, mas só o prazer de ver o resultado no espelho em seu corpo. Não existem barreiras para tanta alegria de estar fazendo algo que transforma sua vida e nos deixa em paz mentalmente. Com a Bike: não tem fronteiras. Amo esse mundo.

Até Breve

Graça Razera

Deixe uma resposta